segunda-feira, junho 05, 2006

Conclusões de Aninha
Cora Coralina
Estavam ali parados. Marido e mulher.Esperavam o carro. E foi que veio aquela da roça tímida, humilde, sofrida.Contou que o fogo, lá longe, tinha queimado seu rancho,e tudo que tinha dentro.Estava ali no comércio pedindo um auxílio para levantar novo rancho e comprar suas pobrezinhas. O homem ouviu. Abriu a carteira tirou uma cédula, entregou sem palavra.A mulher ouviu. Perguntou, indagou, especulou, aconselhou,se comoveu e disse que Nossa Senhora havia de ajudarE não abriu a bolsa.Qual dos dois ajudou mais?Donde se infere que o homem ajuda sem participar e a mulher participa sem ajudar.Da mesma forma aquela sentença:"A quem te pedir um peixe, dá uma vara de pescar."Pensando bem, não só a vara de pescar, também a linhada,o anzol, a chumbada, a isca, apontar um poço piscosoe ensinar a paciência do pescador.Você faria isso, Leitor?Antes que tudo isso se fizesseo desvalido não morreria de fome?Conclusão:Na prática, a teoria é outra.



Trabalho de 2004.

2 Comments:

Anonymous Natalia said...

nossa...maravilhoso esse sofá...se puder me conta como foi feito por e-mail...adorei, parabens...gostaria tbem de saber qual é o tecido

4:08 PM  
Anonymous Natalia said...

Meu email...nfariasmaciel@gmail.com
A proposito, fui eu quem postou a receita dsquele ponto que vc quer na comunidade do orkut...Grande abraço, Natalia

4:14 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home